Curso Técnico Superior Profissional

Design Têxtil

Referencial de Competências

Criar e desenvolver de forma autónoma, sob orientação ou integrado numa equipa, produtos e colecções têxteis para estamparia e tecelagem, para os sectores de vestuário, decoração e têxteis-lar, considerando as tendências de moda e de mercado e a viabilidade produtiva e comercial. 


Saídas Profissionais

O Técnico Superior Profissional em Design Têxtil estará apto a desenvolver, entre outras, as seguintes actividades:

  • Criar padrões de tecelagem e de estamparia para tecidos de vestuário, decoração e de têxteis-lar.

  • Desenvolver ou colaborar no desenvolvimento de colecções têxteis para vestuário, decoração e têxteis-lar.

  • Desenvolver coloridos de um padrão ou de uma colecção têxtil.

  • Pesquisar as tendências internacionais dos mercados e da moda e proceder à sua aplicação aos produtos a desenvolver.

  • Elaborar uma ficha técnica para produção de tecelagem ou de estamparia.

  • Realizar a representação e simulação de colecções têxteis para a sua apresentação.

  • Organizar colecções têxteis por gamas e linhas para apresentação interna ou externa.


Estrutura Curricular

A estrutura curricular de um Curso Técnico Superior Profissional (CTeSP) inclui obrigatoriamente três componentes de formação:

  • Geral e científica - até 30% dos créditos;

  • Técnica - mínimo de 70% dos créditos;

  • Em contexto de trabalho - mínimo de 30 créditos.

A estrutura curricular do CTeSP em Design Têxtil está organizada da seguinte forma:

ÁREA DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO SIGLA ECTS
214 - Design D 72,0
211 - Belas-artes BA 22,5
542 - Indústrias do têxtil, vestuário, calçado e couro ITVC 16,5
223 - Língua e literatura materna LLM 3,0
222 - Línguas e literaturas estrangeiras LLE 3,0
342 - Marketing e publicidade MP 3,0

Plano de Estudos

Ciclo de estudos: Curso Técnico Superior Profissional
Duração: 4 semestres
Diploma: Diploma de Técnico Superior Profissional
Total de ETCS: 120,0 créditos
Subsistema de ensino superior: Politécnico
Vagas: 19
Área de educação e formação: 214 - Design

Registo: Registado pela Direcção-Geral do Ensino Superior em 21 de Abril de 2016 com o n.º: R/Cr3/2016.

Pretende-se com esta unidade curricular (UC) mobilizar conhecimentos que foram aprendidos ao longo da escolaridade, quer oralmente quer por escrito. Ao nível da oralidade, têm de descodificar textos de vários tipos e de adequar o discurso à finalidade e à situação de comunicação, exprimindo-se de forma fluente, estruturada e fundamentada, respeitando as normas. A nível do texto escrito, têm de ser capazes de captar o sentido dos textos, interpretar relações entre a linguagem verbal e códigos não verbais, produzir textos de várias tipologias e realizar operações de revisão de texto. Para isso, serão revistos conteúdos gramaticais e de tipologia de texto.

Esta UC pretende aprofundar, numa perspectiva histórica, o conhecimento da obra de arte e, em particular, da obra de design, promover o entendimento transversal das questões subjacentes ao ato de projectar e ao produto e dos paradigmas éticos e estéticos que marcaram o período histórico compreendido entre a Revolução Industrial e a actualidade e proporcionar o desenvolvimento de um corpus conceptual e terminológico de análise dos objectos do ponto de vista da autoria, da técnica, e da estética. Por outro lado visa estimular o sentido crítico e a reflexão multidisciplinar em torno das práticas criativas contemporâneas.

Esta UC começa por abordar os fundamentos teóricos do Design, a metodologia projectual e a sua aplicação à resolução de problemas, prosseguindo com o estudo dos elementos básicos da linguagem visual e das questões gerais do design bidimensional e dos seus domínios de intervenção, orientando-se progressivamente para o estudo das especificidades do design de superfície e da criação de padrões.

Esta UC tem como objectivo o estudo das aplicações informáticas de criação de imagens vectoriais e o reconhecimento das características e potencialidades operativas das suas principais ferramentas. Desenvolvendo o trabalho de aplicação prática no domínio digital a partir dos contributos teóricos e práticos das UC de Introdução ao Design e de Estudos de Forma e Cor, pretende-se dar grande ênfase ao estudo dos processos de vectorização de imagens analógicas para posterior tratamento digital e preparação para produção gráfica.

A partir do conhecimento dos sinais básicos do Desenho e das características do seu campo de inscrição - o espaço pictórico - centra-se no estudo dos processos de observação e representação visual, procurando fornecer as competências indispensáveis a uma interacção criativa com o domínio do visível. Dedica-se em seguida ao estudo das características texturais das superfícies, nos seus aspectos visuais e tácteis, em articulação com o estudo da forma, suas tipologias e propriedades dinâmicas relevantes para a criação de padrões, desenvolvendo o trabalho através da experimentação e investigação dos materiais e instrumentos ditos “analógicos”, específicos do Desenho e da Pintura; de referir a relevância que nesta UC assume o estudo da cor, das harmonias e contrastes cromáticos e suas potencialidades expressivas.

Esta UC fornece uma perspectiva histórica da evolução da criação têxtil proporcionando uma visão contextualizada e crítica dos princípios estéticos e conceptuais da linguagem têxtil vigentes em cada contexto histórico-geográfico, bem como um conhecimento das diversas tipologias de peças têxteis e das características iconográficas e decorativas dos seus padrões.

Esta UC começa por traçar um panorama do âmbito de aplicação da criação têxtil aos diferentes sectores – decoração, têxtil-lar, vestuário, equipamentos - considerando a adequação das características dos tecidos às diversas funções. Apoiando-se na utilização de software específico para a criação têxtil nos domínios da estamparia e da tecelagem, aprofunda os conhecimentos teórico-práticos já adquiridos sobre a criação de padrões, aplicando-os no contexto próprio do desenvolvimento de um projecto têxtil para um espaço de habitação. O curso do projecto envolve o estudo de paletas de cores e o desenvolvimento de coloridos, os processos de redução e separação de cores, bem como a exploração de diversas possibilidades de representação têxtil e dos procedimentos de registo e catalogação dos seus resultados.

Esta UC fornece um conhecimento abrangente e fundamental dos materiais e processos de produção têxtil e das técnicas e tecnologias disponíveis no âmbito da tecelagem, tinturaria, estamparia e acabamentos perspectivando a sua aplicação à criação têxtil. Pretende assim fornecer ao estudante uma visão global de toda a cadeia de produção têxtil e dos seus processos técnicos no sentido de permitir desenvolver uma clara consciência dos constrangimentos mas também das oportunidades criativas que abrem ao criador têxtil.

Na sequência de Desenho Vectorial, esta UC centra-se no estudo dos processos de captação e/ou de conversão digital de imagens, e do seu tratamento e manipulação no âmbito específico dos softwares de mapas de bits, pretendendo equacionar a integração de processos analógicos no contexto dos procedimentos digitais e aprofundando os conhecimentos ao nível da tipologia e resolução de ficheiros, no âmbito da preparação para produção.

Pretende dar continuidade à UC de Estudos de Forma e Cor, centrando-se nas metodologias e processos específicos de criação e/ou de interpretação de imagens e composições visuais visando a sua articulação com as especificidades do design têxtil.

Esta UC visa fornecer competências fundamentais que habilitem o estudante a interpretar, compreender e produzir textos orais e escritos em língua inglesa, no contexto do perfil profissional, designadamente reconhecer e utilizar expressões e termos técnicos em inglês, relacionados com as áreas da criação, produção e comércio têxtil.

A UC de Mercados e Tendências pretende fornecer aos estudantes um conhecimento abrangente das especificidades dos diferentes mercados e das características do fenómeno da moda no âmbito da criação têxtil para os diferentes segmentos – vestuário, decoração, têxtil-lar – em particular no que respeita à compreensão dos mecanismos da criação de tendências, habilitando-os à pesquisa através dos editores especializados e à sua aplicação ao processo de criação de uma colecção têxtil.

Na continuidade da UC de Design Têxtil I, pretende-se desenvolver projectos de colecções têxteis para os diferentes segmentos da produção têxtil com particular incidência nas diversas vertentes de tecidos, estampados e malhas para vestuário. A aprendizagem através de projectos pretende conferir ao estudante um conhecimento teórico abrangente e especializado dos elementos que constituem uma colecção têxtil e das etapas do seu desenvolvimento, bem como um sólido saber-fazer prático que garanta uma concretização eficiente e adequada aos meios produtivos disponíveis. Pretende-se igualmente aprofundar o estudo dos meios e processos de representação e comunicação de colecções têxteis, associado a conhecimentos de organização e gestão de documentos técnicos e à elaboração de porta-fólios pessoais, de marca e de empresa.

Situando-se na continuidade de Materiais e Processos Têxteis, esta UC focaliza a sua atenção no aprofundamento de conhecimentos relativos ao processo de estamparia e muito em especial à criação de estruturas tecidas e tricotadas com um enfoque particular nos processos de Jacquard, pretendendo-se uma forte articulação com Design Têxtil II na resolução de problemas técnicos específicos colocados pelos trabalhos desenvolvidos nessa UC.

A UC Estágio, preenchendo integralmente o último semestre do curso, constitui a componente mais distintiva dos cursos técnicos superiores profissionais face às licenciaturas, que em regra não dispõem deste tipo de componente de formação, bem como em aos Cursos de Especialização Tecnológica que, para lá de agora estarem fora do sistema de ensino superior, integram um período de estágio de curta duração, habitualmente de 4 ou 5 semanas. A possibilidade assim conferida ao estudante de, num período de quase 5 meses a tempo inteiro, aplicar e aprofundar os conhecimentos adquiridos num contexto profissional com uma orientação especializada permite um enorme reforço das suas competências e das suas possibilidades de rapidamente aceder ao exercício profissional.


CTESP

O QUE É UM CURSO TÉCNICO SUPERIOR PROFISSIONAL?

  • É uma nova formação superior de carácter profissionalizante, com a duração de 2 anos curriculares.

  • Inclui um semestre de Estágio em empresa.

  • É um curso de Nível 5 do Quadro Nacional de Qualificações.

  • Confere o Diploma de Técnico Superior Profissional.

O QUE É O DIPLOMA DE TÉCNICO SUPERIOR PROFISSIONAL?

O diploma de técnico superior profissional é conferido aos que demonstrem:

  • a) Possuir conhecimentos e capacidade de compreensão numa área de formação, e a um nível que:

    • i) Sustentando-se nos conhecimentos de nível secundário, os desenvolva e aprofunde;

    • ii) Se apoie em materiais de ensino de nível avançado e lhes corresponda;

    • iii) Constitua a base para uma área de actividade profissional ou vocacional, para o desenvolvimento pessoal e para o prosseguimento de estudos com vista à conclusão de um ciclo de estudos de licenciatura;

  • b) Saber aplicar, em contextos profissionais, os conhecimentos e a capacidade de compreensão adquiridos;

  • c) Ter capacidade de identificar e utilizar informação para dar resposta a problemas concretos e abstractos bem definidos;

  • d) Possuir competências que lhes permitam comunicar acerca da sua compreensão das questões, competências e actividades, com os seus pares, supervisores e clientes;

  • e) Possuir competências de aprendizagem que lhes permitam prosseguir estudos com alguma autonomia.

O QUE É UMA QUALIFICAÇÃO DE NÍVEL 5?

O diploma de técnico superior profissional confere uma qualificação de Nível 5 do Quadro Nacional de Qualificações, caracterizada por:

  • Assegurar ao diplomado conhecimentos abrangentes, especializados, factuais e teóricos, numa determinada área de estudo ou de trabalho, e consciência dos limites desses conhecimentos;

  • Dotar o diplomado de uma gama abrangente de aptidões cognitivas e práticas necessárias para conceber soluções criativas para problemas abstractos;

  • Desenvolver no diplomado a capacidade de gestão e supervisão, em contextos de estudo ou de trabalho sujeitos a alterações imprevisíveis, e de revisão e desenvolvimento do seu desempenho e do de terceiros.